Duas toneladas de fios e equipamentos irregulares são retirados pela Cosern durante operação

A Cosern retirou mais de duas toneladas de fios e equipamentos irregulares de telecomunicações – internet, TV a cabo e telefonia – instalados à revelia em postes da concessionária em doze municípios potiguares.

O volume de material recolhido, que representava risco à segurança da população e ao fornecimento de energia elétrica, é 20% maior do que no mesmo período do ano passado.

A operação aconteceu em Ceará Mirim, Assú, São José de Mipibu, Arez, São Vicente, Doutor Severiano, São Tomé, Senador Eloy de Souza, Portalegre, Macau, Mossoró e São Gonçalo do Amarante.

“O objetivo é reforçar a segurança com a população, reduzir a poluição visual, evitar o desgaste das nossas estruturas e identificar ligações à revelia e clandestinas de cabos de telecomunicação em nossa rede”, explica Júlio Giraldi, Superintendente de Relacionamento com Clientes da Neoenergia Cosern.

Durante todo o ano passado, a concessionária realizou 44 ações, inspecionou 134 quilômetros de rede e retirou mais de cinco toneladas de material irregular em todo estado.

De acordo com a empresa, a operação de ordenamento vai se repetir em outros municípios nas próximas semanas e a população pode colaborar, enviando relatos de onde haja possíveis irregularidades por meio do telefone 116 ou pelo e-mail usomutuo.cosern@neoenergia.com

Ainda segundo a Cosern, as empresas de telecomunicação precisam apresentar projeto e aguardar a análise e aprovação da distribuidora antes de lançar os cabos próximos à rede elétrica, conforme determinação das agências reguladoras Aneel, Anatel e Anp.