Victor Chaves, que ficou nacionalmente conhecido por sua dupla com Léo, está passando por uma situação bastante desagradável. Em suma, o sertanejo havia emprestado uma fortuna para um amigo próximo, mas nunca chegou a ver a cor do dinheiro de volta, segundo o site o Canal.

De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do site Em Off, o cantor realizou um contrato mútuo no dia 15 de março de 2016, e emprestou incríveis R$ 500 mil a um casal de amigos.

Na época, foi estipulado que Victor Chaves recebesse de forma fracionada. A princípio, R$ 250 mil seriam entregues em até seis meses, e a outra metade em até um ano depois da assinatura do contrato.

Sendo assim, os supostos amigos do cantor teriam até o dia 15 de março de 2017 para quitar a dívida. Contudo, nenhum dos pagamentos chegou a acontecer, lhe fazendo ter um incrível prejuízo de meio milhão de reais.

“Ocorre que, na data aprazada para pagamento, os executados não honraram com suas obrigações, ensejando, assim, o vencimento de toda a dívida, tornando-se imediatamente exigíveis todas as obrigações contraídas no respectivo título executivo extrajudicial”, diz a cobrança judicial feita pelo sertanejo.

Além disso, Victor Chaves também deve receber agora o percentual de juros estipulado no documento. Na ocasião, se assinou em comum acordo juros de 0,05% a 2% ao mês em caso de não pagamento, sem prejuízo dos demais encargos. Dessa forma, o valor total chega a R$ 641.249,39.

Cantor pensou em tirar a própria vida

Em 2018, na época em que Victor Chaves recebeu acusações de agressão vindas de sua ex-esposa, ele viu sua vida se transformar de ponta-cabeça. Além da separação na dupla com Leo, ele chegou a entrar em uma depressão profunda, pensando em se matar.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o cantor sertanejo contou que, por causa dos escândalos e das críticas, pensou em cometer suicídio. “Seis dias depois do episódio quase tirei minha vida”, disse.