Inflação para novembro é a maior desde 2002; acumulado no ano chega a 9,57%

A alta de 1,17% registrada em novembro pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi a mais elevada para o mês desde 2002, quando ficou em 2,08%, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

O resultado fez a taxa acumulada em 12 meses passar de 10,34% em outubro para 10,73% em setembro, o resultado mais elevado desde fevereiro de 2016, quando a taxa foi de 10,84%.
No mês de novembro de 2020, o IPCA-15 tinha subido 0,81%.
O resultado do IPCA-15 de novembro de 2021 ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma alta de 0,86% a 1,23%, mas ficou acima da mediana, de 1,14%.
Com o resultado anunciado nesta quinta-feira, o IPCA-15 acumulou um aumento de 9,57% no ano.